Translate

domingo, 31 de março de 2013

Back to business

Bem, depois da neura pré e pós parto, talvez esteja em condições de voltar às lides, não sei...
Não tenho dormido nada, porque o Super Pai da Cat está no estrangeiro, pelo que sobra mais para mim. Não me importo nada, faço-o com amor, mas custa, estou de rastos... há dias em que não me apetece ver ninguém a não ser a Catarina e entrar em modo vegetativo.

Por isso, a frequência não será tanta, mas tenho pena, tenho passado por tanta coisa que ninguém me contou e que quero partilhar com vocês...
Há coisas que só vivendo, mas um pré-aviso abre-nos sempre os olhos. Se não fosse o meu grupinho de grávidas no facebook, metada das coisas tinham-me passado ao lado...
Então, vou fazer os possíveis por vir escrever umas coisas interessantes por aqui sempre que a Cat e a minha sanidade mental deixarem. Até porque não me quero esquecer delas, para poder contar à Cat e o cansaço é meio caminho andado para apagar memórias.

Até agora, descobri um amor incondicional, apaixonei-me ainda mais pelo Pai da Catarina de uma forma dimensionalmente paralela e tive noção que nunca mais na minha vida vou ter o coração descansado dentro do peito.

Fases de crescimento do bebé. Os chamados "picos"

Há uma altura em que o bebé chora mais, quer mais mama, ninguém percebe nada, às tantas pensa-se que são cólicas, ou que já não temos leite. Damos mama de hora a hora, compramos suplemento, o bebé não quer, o choro continua.

Eu passei por isto, e depois apareceu este artigo... os bebés têm picos de crescimento, em que precisam de mais leitinho. Não estão rabugentos, não fazem manha para o colinho ou maminha, não é o nosso leite que não os sacia... só precisam de mais leite para crescer.

Tirei o artigo deste link


Picos de crescimento
Picos de crescimento são fenômenos que se referem ao crescimento do bebê em si, e não ao seu desenvolvimento. Nos períodos de picos os bebês começam a solicitar mais mamadas do que o usual, pois precisam de mais alimento para crescer nesse ritmo agora mais acelerado. Então o bebê que dormia longos períodos à noite pode começar a acordar mais e solicitar mais mamadas. Esta necessidade geralmente dura de poucos dias a uma semana, seguido de um retorno ao padrão menor de mamadas, mas agora com o organismo da mãe adaptado a produzir mais leite.
É muito importante respeitar a demanda aumentada de mamadas, pois somente com a livre demanda é que a produção de leite materno se ajusta perfeitamente às necessidades do bebê.
Nesses períodos a mãe pode interpretar incorretamente a maior demanda de mamadas do bebê - ela pode achar que seu leite não está sendo suficiente, ou que está ‘fraco’ e pensar que a solução para a situação é oferecer complemento de leite artificial. Porém, é um erro oferecer mamadeiras com leite artificial nesses períodos, pois isso prejudica o equilíbrio perfeito da natureza de produzir o leite conforme a demanda de mamadas. Em outras palavras, ao dar leite artificial perde-se um estímulo poderoso no peito, o organismo assim entende que não precisa daquela mamada, e passa a produzir menos e não mais como é necessário!
Períodos comuns dos picos de crescimento ocorrem por volta dos 7-10 dias, 2-3 semanas, 4-6 semanas, 3 meses, 4 meses, 6 meses e 9 meses e além. Os picos continuando acontecendo no decorrer do crescimento da criança, incluindo a adolescência, momento em que mudanças físicas e emocionais são mais notáveis.
Dra. Jeny Thomas, médica e consultora de amamentação, afiliada a Associação Americana de Pediatria e a Academia de Medicina da Amamentação reflete sobre acreditar na capacidade de amamentar o bebê:
"A maioria das mulheres não acredita que seu corpo que gerou esse lindo bebê seja capaz de amamentar o mesmo bebê. As pesquisas mostram que uso de complemento e desmame precoces estão aumentando. Por que não acreditamos no nosso corpo no pós-parto? Não sei. Mas ouço todos os dias que a mãe está complementando porque "meu leite não o satisfaz, não é suficiente." Claro que é. Bebês precisam mamar o tempo todo- e precisam estar contigo o tempo todo. Essa é sua satisfação máxima.
Um bebê mamando no peito de sua mãe está obtendo componentes para desenvolvimento de seu sistema imune, ativando seu timo, se aquecendo, se sentindo quentinho e confortável, seguro de predadores, tendo padrões de sono normais e ativando seu cérebro (ah, e inclusive) adquirindo alimento para esses processos. Eles não estão somente "famintos" – eles estão obedecendo seus instintos de sobrevivência."


.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Dica: Os mais e os menos da lista para a maternidade


Eu tinha razao.

Na lista substitui as cuecas descartaveis+pensos higienicos por cuecas de incontinencia. Foi o melhor que fiz.
Na primeira noite nao me deixaram subir com nada meu. Tive mesmo que usar as cuecas descartaveis do hospiral. Horrivel.
Notei bem a diferenca para as cuecas da incontinencia. Nao vou entrar em relatos... pelos motivos obvios... mas sao mais confortaveis, eficientes e higienicas.
Podem comprar dois pacotes que nao e demais.

Outra coisa.. nao vale a pena mariquices como os pensos de gel fresco para a episiotomia. Os tais preservativos congelados funcionam lindamente e sao super praticos. E usar e deitar fora.

O creme para as mamocas... purelan, lansinoh, gretalvites e amigos, funciona, comecem a por antes de parir. Ahhh!!! E aquilo mancha a roupa sem remedio. Atencao ao modelito que levam para a maternidade e aos soutiens. 

Uma das minhas camisas super "uindas" ficou estragada :(

Conchas protectoras para mamilos: SIM!! Ajudam a arejar o mamilo e que ele nao fique esmagado contra a roupa. E ajudam a evitar sujar a roupa com o creme.
Levem muita agua! Vao querer beber tranquilamente 3L por dia, tranquilamente. Dar mama faz muita sede. Mas atencao, ao terceiro dia sobe o leite e ai nao devem beber muitos liquidos. Evita o excesso de leite nas maminhas. Depois, dois ou tres dias depois volta tudo ao normal.

Por agora e o que me lembro...

Over and out.
Hora de mimar a Catarina!


Osmose


Quando aos 32 anos temos 2 noites em que sofremos ataques de colicas paralisantes, isso é osmose!
Melhor seria se a Cat não os tivesse por eu ter...

sábado, 16 de março de 2013

Catarina

A nossa ervilha magica. <3

Nasceu dia 13/3 as 02h12 depois de uma inducao facilima e muito divertida. O trabalho de parto foi rapido, o papa pode estar sempre presente. Depois conto como foi tudo, nao gosto de escrever neste telefone, nao mr deixa por acentos.

Brevemente voltarei a pegar no pc e contar-vos imensas coisas que aprendi nestas ultimas semanas.

terça-feira, 12 de março de 2013

Ate ja Catarina


Ultimamente temos andado desaparecidas. 
A Catarina nao queria nascer, e a mama desmoralizou. 
Ja estamos na maternidade, a espera da donzela.
Fica a foto de despedida da barriguira de 41 semanas e desculpem a falta de acentos ;)